Sao martinho - Relações com Investidores Mobile

Notícias


FATO RELEVANTE
São Martinho Anuncia Reorganização Societária

São Paulo, 10 de novembro de 2010 - São Martinho S.A. (Bovespa: SMTO3; Reuters: SMTO3 SA e Bloomberg: SMTO3 BZ), um dos maiores produtores de açúcar e etanol do Brasil, anuncia que em reunião realizada nessa data, seu conselho de administração aprovou, “ad referendum” de sua assembleia geral, reestruturação societária para reorganizar suas atividades operacionais.

A reestruturação, que não implicará em nenhuma mudança dos objetivos desenvolvidos pelo Grupo, ocorrerá com a cisão parcial dos ativos operacionais da Usina São Martinho S.A. (subsidiária integral), com sua incorporação pela São Martinho S.A. (controladora) que passará a concentrar as atividades de produção e industrialização de cana-de-açúcar, fabricação e comércio de açúcar, etanol (álcool) e seus derivados, co-geração de energia elétrica e a importação e exportação de bens, produtos e matéria-prima. Maiores informações serão disponibilizadas juntamente com o Edital de Convocação da AGE acompanhado da Proposta da Administração, nos termos da Instrução CVM n° 481.

A Usina São Martinho S.A., permanecerá com seu acervo de terras correspondente a, aproximadamente, 32.350,00 hectares, alterando sua razão social para Vale do Mogi Empreendimentos Imobiliários S/A e seu Objeto Social passará a ser: a) venda e compra de imóveis; b) incorporação e exploração de empreendimentos imobiliários; c) exploração de atividades ligadas à agricultura e pecuária, em terras próprias e de terceiros; d) comércio dos produtos e derivados da agricultura e pecuária; e) extração e beneficiamento de jazidas minerais no território nacional, bem como sua comercialização; e f) participação em outras sociedades.

Após a aprovação pelos Acionistas em Assembleia Geral Extraordinária a ser realizada no dia 1° de dezembro de 2010, a operação deverá aumentar a eficiência das operações, especialmente no âmbito financeiro e fiscal que serão decorrentes da centralização das atividades, dentro de seus princípios empresariais, agroindustriais ou de qualquer outra exploração, além de reduzir custos administrativos e operacionais.

Para visualizar a versão completa em PDF, clique aqui.