Sao martinho - Relações com Investidores Mobile

Notícias


FATO RELEVANTE

São Martinho anuncia joint venture com Amyris voltada para os mercados de especialidades químicas e biocombustíveis a partir da cana de açúcar na Usina Boa Vista

São Paulo, 03 de dezembro de 2009 - São Martinho S.A. (Bovespa: SMTO3; Reuters: SMTO3 SA e Bloomberg: SMTO3 BZ), um dos maiores produtores de açúcar e etanol do Brasil, anuncia assinatura de acordo preliminar com a empresa norteamericana Amyris Biotechnologies Inc. e sua subsidiária brasileira Amyris Pesquisa e Desenvolvimento de Biocombustíveis Ltda. (que juntas integram o Grupo Amyris) para criação de uma joint venture que atuará no mercado de especialidades químicas, produzidos a partir da cana de açúcar. O Grupo São Martinho aportará sua grande experiência em processo fermentativo e em toda cadeia de produção da indústria.

O Grupo Amyris, cuja sede fica em Emeryville, California (EUA), desenvolveu tecnologia que se baseia na modificação de leveduras, capazes de converter a sacarose da cana de açúcar em combustíveis avançados e especialidades químicas, utilizando como matéria prima o caldo da cana de açúcar.

“A joint venture visa a atuação no mercado de especialidades químicas renováveis, em uma cadeia integrada desde o cultivo da cana até o produto final, utilizando a expertise do Grupo São Martinho na produção do carbono renovável com o menor custo do setor sucroenergético”, diz o CEO do Grupo São Martinho, Fabio Venturelli.

A joint venture também prevê que o grupo São Martinho seja um dos acionistas da Amyris Biotechnologies Inc. antes de a empresa realizar sua abertura de capital no exterior, detendo o equivalente a R$ 50 milhões, em ações.

“A São Martinho é o parceiro ideal para o lançamento de nossos produtos renováveis, proporcionando uma experiência industrial complementar à nossa”, diz o CEO da Amyris, John Melo. “Além disso, a Usina Boa Vista é uma das mais modernas e eficientes do Brasil, um ponto de partida muito adequado para lançarmos nossos produtos renováveis”.

Para mais informações, clique aqui.